O Que É Exatamente KUNDALINI YOGA ?

547296_10151740673418393_967764485_nO Que É Exatamente KUNDALINI YOGA ?

Fonte: Huffpost (USA)
http://www.huffingtonpost.com/james-mccrae/introduction-to-kundalini-the-yoga-of-awareness_b_6862914.html
"Até que você faça consciente o inconsciente, ele vai dirigir a sua vida e você vai chamá-lo de sorte". 
Carl Jung, autor de The Psychology of Kundalini Yoga

O Yoga tem dezenas de variações de filosofia e estilo. Alguns Professores/Guru (como Bikram) estrutura sua prática como um treino físico. Outros (como Jivamukti) foca na meditação. Kundalini Yoga é pouco dos dois, mas com ênfase sobre a consciência aplicada nos centros de energia em todo o corpo. Aula de Kundalini Yoga pode ser um bom treino (…) Se você gosta de exercício físico envolto por uma elevação espiritual, Kundalini Yoga pode ser para você.

“O principal objetivo da Kundalini Yoga é despertar o potencial da consciência humana em cada indivíduo, ou seja, reconhecer a nossa consciência, refinar essa consciência, e expandir essa consciência para algo ilimitado. Desmarca a dualidade interior, gerando o poder de criar, profundamente ouvir, cultivar quietude interior, prosperar e oferecer excelência em tudo o que se faz” – (Instituto de Pesquisa Kundalini)

Uma breve história da Kundalini Yoga

Kundalini é conhecido como uma forma de nicho de yoga que está crescendo em popularidade em Nova York e Los Angeles. Mas Kundalini, talvez mais do que qualquer outro yoga, tem uma história longa e fascinante. Não há filosofia que tem sido mais durável do que o Kundalini Yoga. Diferente da maioria das filosofias religiosas antigas, Kundalini não se prende em quaisquer regras rígidas ou dogmas. A natureza pura da Kundalini tem permitido cada geração, há milhares de anos, encontrar um significado pessoal na prática. O objetivo é descentralizado e altruísta: ajudar as pessoas a realizar o seu Eu Superior. A Kundalini Yoga não pretende ser o caminho; é simplesmente uma forma, uma ferramenta na jornada de cada indivíduo de descoberta pessoal. Ir a uma prática dessas sente-se o pensamento tão fresco, relevante e positivo que você pensaria que era um conceito oriental-ocidental híbrido desenvolvido especificamente para o século 21.

O que é Kundalini

“Kundalini” é uma antiga palavra sânscrita que significa literalmente “serpente enrolada”. Na religião oriental de muito antes (antes do budismo e do hinduísmo), acreditava-se que cada indivíduo possuía uma energia divina na base da coluna vertebral. Esta energia foi imaginada para ser a energia sagrada da criação. Esta energia é algo com que nascemos, mas temos de fazer um esforço para “desenrolar a cobra”, colocando-nos, assim, em contato direto com o divino.

Kundalini Yoga é a prática de despertar nosso Eu Superior, transformando energia potencial em energia cinética.

A definição ocidental de hoje do yoga é limitante, descrevendo um tipo específico de exercícios. Mas, para os antigos, yoga era uma conexão sagrada do espírito com o corpo. Seu objetivo não era de fitness. Era uma conexão direta com Brahman, o espírito semelhante a Deus dentro de nós (…), ausente de “Eu”. Dos muitos yogis que se desenvolveram ao longo dos últimos 5.000 anos, Kundalini Yoga foi considerado o mais sagrado.

A origem exata da Kundalini Yoga é desconhecida, mas as primeiras datas fazem menção à coleção védica sagrada de escritos conhecidos como os Upanishads (1000 aC – 500 aC.). Os registros históricos indicam que a Kundalini era uma ciência sobre energia e de filosofia espiritual antes da prática física ser desenvolvido. A palavra “Upanishad” se traduz literalmente como “sentar-se para ouvir os ensinamentos do mestre”. As primeiras aulas de Kundalini eram apenas isso. Mestres sentavam-se com estudantes e devam recitação oral de visões espirituais. Esta era uma prática popular na sociedade védica antiga (e seria replicado séculos mais tarde por um casal de caras chamados Buda e Jesus). Ao longo do tempo, a ciência de corpo de Kundalini Yoga foi desenvolvida como uma expressão física das visões (Upanishads). Desde sua origem, Kundalini Yoga não foi ensinado publicamente. Ela foi tratada como uma educação avançada. Os alunos eram obrigados a passar por vários anos de iniciação antes que estivessem dispostos a aprender as lições sobre o espírito de corpo dos mestres Kundalini.

Por milhares de anos, a ciência da Kundalini foi mantida oculta, repassados ​​em segredo de mestre para discípulo escolhido, que fora considerado digno. Ensinar Kundalini fora da sociedade secreta de elite de ioga indiano era inédito. O público não estava preparado, acreditava-se, para acessar esse conhecimento poderoso. Kundalini foi tratado em sigilo até que em uma manhã, quando um rebelde de nome Yogi Bhajan, embrulhado num turbante branco ao redor de sua cabeça, tomou um voo de ida de Punjab, na Índia, para Toronto, no Canadá, em 1968.

Ao estilo oeste, Yogi Bhajan é como o blues americano, o ponto a partir do qual tudo deriva. Sem ele, não é exagero supor que Kundalini Yoga ainda seria desconhecido nos Estados Unidos. Ao visitar Califórnia no final dos anos 1960, Yogi Bhajan testemunhou a revolução cultural hippie, cujos os princípios eram comuns para ele devido a sua própria educação Sikh (*). Então, ele observou duas coisas.

# 1) Como era evidente a busca de expansão de consciência, os jovens na América estavam ansiosos para experimentar Deus. # 2) Com a ajuda de drogas e misticismo meia-boca, eles estavam fazendo tudo errado.

Yogi Bhajan sabia que ensinar Kundalini Yoga fora da linhagem sagrada indiana era proibido. Mas, durante uma meditação, teve uma visão de uma nova espiritualidade que combinava conhecimento antigo com o moderno. Ele saiu da meditação inspirado e decidiu que iria ensinar Kundalini Yoga no Oeste Americano. Proclamou: É um direito de primogenitura de todos ser saudável, feliz e santo, e a prática de Kundalini Yoga é o caminho para afirmar esta primogenitura.

Filosofia Kundalini: O yoga da consciência

Como “yoga da consciência”, a proposta filosófica da Kundalini Yoga é despertar o seu Eu Superior. Cada indivíduo, acredita-se, é um centro de energia para Brahman (Deus, aqui, como “consciência criativa”). Usando os métodos científicos desenvolvidos por mestres da Kundalini ao longo de milhares de anos, é possível desligar-se do Ego mundano e se conectar diretamente com o Universal Brahman.

Espere Ai. Como pode um exercício físico pode fazer conectar-me com, por falta de uma palavra melhor, Deus?

Na tradição de Kundalini Yoga, Deus não é uma divindade personificada no céu. Nem mesmo perto disso. A essência de Deus é a mesma essência de nós. Deus é a consciência criativa, a energia a partir da qual todas as coisas fluem, incluindo nós mesmos. Podemos acessar Brahman porque ele já faz parte de nós. Em outras palavras, somos em cada expressão individual a mesma energia coletiva. Kundalini é o método para sacudir nossa narrativa egóica de separação e experimentar a verdadeira natureza da nossa existência. Nada mal para um pouco de alongamento, certo?


Top 5 razões para fazer Kundalini Yoga

1) Expandindo seu Estado de Presença, Expande-se sua vida.

A ligação de Kundalini para o seu núcleo de energia permite que você se aproxime a cada dia com um forte senso de verdade individual. Esta presença é óbvia para aqueles que o rodeiam, resultando em novas oportunidades e uma realidade bem mais expandida.

2) A Inspiração é Instantânea.

Se afastar de cada classe mental com clareza de espírito, rompe padrões mentais antigos e inspira novas ideias.

3) Participar de um grupo com esta proposta mantém você mais consciente.

A maioria de nós gasta parte do dia em torno de pessoas negativas que nos arrastam para baixo. O contato regular com um grupo positivo em um caminho físico/espiritual vai te levantar e lembrá-lo que é importante.

4) A mágica acontece fora de sua zona de conforto.

Kundalini Yoga é cheio de surpresas. Você pode estar se esticando um dia e gritando no outro junto a prática. A natureza espontânea de cada aula mantém você leve em seus pés e pronto para qualquer coisa.

5) Todo mundo é um professor (sim, mesmo você).

Yogi Bhajan disse que ele não ensinou Kundalini para atingir discípulos. Ele ensinou, a fim de formar novos professores. Kundalini lembra que cada um de nós tem uma mensagem importante para compartilhar com o mundo. Ao encontrar a sua voz, e ter a coragem de compartilhá-la, você vai transformar a sua vida e as vidas daqueles ao seu redor.

Técnicas de Kundalini

Alongamento, respiração, saltar, correr, dançar, gritar, cantar, kriyas (limpeza plano sutil), meditar. Kundalini Yoga contém uma variedade de atividades. A classe típica é focada no controle da respiração, expansão da energia e alinhamento dos chakras.

———————————————————————————-
(*) Para o sikhismo, Deus é eterno e sem forma, sendo impossível captá-lo em toda a sua essência. Ele foi o criador do mundo e dos seres humanos e deve ser alvo de devoção e de amor por parte dos humanos.

O sikhismo ensina que os seres humanos estão separados de Deus devido ao egocentrismo que os caracteriza. Esse egocentrismo (haumai) faz com que os seres humanos permaneçam presos no ciclo dos renascimentos (samsara) e não alcancem a libertação, que no sikhismo é entendida como a união com Deus. Os sikhs acreditam no karma, segundo o qual as ações positivas geram frutos positivos e permitem alcançar uma vida melhor e o progresso espiritual; a prática de ações negativas leva à infelicidade e ao renascer em formas consideradas inferiores, como em forma de planta ou de animal

Neste vídeo, KRISHANMURTI DESMITIFICA YOGA E KUNDALINI

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *